Fundo MV - Carlos Moncorvo de Figueiredo

Área de identificação

Código de referência

BR RJCOC MV

Título

Carlos Moncorvo de Figueiredo

Data(s)

  • 1834-1986 (Produção)

nível de descrição

Fundo

Dimensão e suporte

Documentos textuais: 0,42m
Documentos cartográficos: 1 item (mapa)
Documentos iconográficos: 13 itens (8 fotografias, 3 pinturas, daguerreótipo e ferrótipo)

Área de contextualização

Nome do produtor

(1846-1901)

Biografia

Nasceu em 31 de agosto de 1846, na cidade do Rio de Janeiro, filho de Carlos Honório de Figueiredo e Emília Dulce Moncorvo de Figueiredo. Em 1872 doutorou-se pela Faculdade de Medicina do Rio de Janeiro, defendendo a tese Dispepsias e seu tratamento. Em seguida esteve na Europa, sobretudo em Paris, onde realizou estágios sobre pediatria com os médicos Eugène Bouchut e Henri-Louis Roger. De volta ao Brasil atuou entre 1874 e 1881 em clínica privada e na Santa Casa de Misericórdia do Rio de Janeiro. Ainda em 1881 com José Cardoso de Moura Brasil, Antonio José Pereira da Silva Araújo, João Pizarro Gabizo e outros renomados médicos reunidos em sua própria residência, na rua da Lapa, n. 93, criou a Policlínica Geral do Rio de Janeiro, que dirigiu até 1883. A policlínica, uma instituição humanitária e de caráter filantrópico, foi inaugurada oficialmente em 1882 e contou com a presença do imperador Pedro II, do conde D’Eu, de diversas autoridades do império e de médicos e estudantes da Faculdade de Medicina do Rio de Janeiro. Na policlínica também atuou no atendimento às crianças de famílias pobres e na realização do curso de clínica de moléstias da infância, o primeiro a ser implantado no país sobre pediatria e que funcionou regularmente até a sua morte. Esse curso formou a primeira geração de pediatras no Brasil, entre eles Arthur Moncorvo Filho, que seguiu os passos profissionais do pai. Durante as décadas de 1870 e 1890 divulgou em livros e periódicos nacionais e estrangeiros estudos sobre diversos temas, como cólera, influenza, coqueluche, dilatação de estômago, malária e diarréias. Foi membro titular da Academia Nacional de Medicina, bem como membro correspondente e honorário do Instituto Histórico-Geográfico Brasileiro, da Academia Real das Ciências de Lisboa, da Sociedade Médica dos Hospitais de Paris e da Academia Nacional de Medicina da França, entre outras renomadas instituições científicas dentro e fora do país. Pelo conjunto de sua trajetória profissional dedicada à causa da saúde das crianças, foi reconhecido postumamente como o pai da pediatria brasileira. Morreu em 25 de julho de 1901, no Rio de Janeiro.

História arquivística

Procedência

Doação de Ana Lúcia Moncorvo de Mattos em outubro de 2010.

Área de conteúdo e estrutura

Âmbito e conteúdo

Reúne cartas, artigos, abaixo-assinado, apontamentos, cartões, convites, declarações, discursos, recibos, recortes de jornais, periódicos, publicações, testamentos fotografias, pinturas, daguerreótipo, entre outros documentos referentes à vida pessoal e à trajetória profissional do titular como médico, professor e membro de instituições e associações científicas, tanto no Brasil como no exterior.

Avaliação, selecção e eliminação

Ingressos adicionais

Sistema de arranjo

Grupo Vida Pessoal
Grupo Formação e Administração da Carreira
Grupo Docência e Pesquisa
Grupo Relações Interinstitucionais e Intergrupos

Área de condições de acesso e uso

Condições de acesso

Sem restrição.

Condições de reprodução

Sem restrição.

Idioma do material

  • alemão
  • espanhol
  • francês
  • inglês
  • italiano
  • português

Forma de escrita do material

Notas ao idioma e script

Características físicas e requisitos técnicos

Instrumentos de pesquisa

FUNDAÇÃO OSWALDO CRUZ. Casa de Oswaldo Cruz. Departamento de Arquivo e Documentação. Fundo Carlos Moncorvo de Figueiredo: inventário. Rio de Janeiro: Fiocruz, 2019.

Área de fontes relacionadas

Existência e localização de originais

Existência e localização de cópias

Unidades de descrição relacionadas

Descrições relacionadas

Área de notas

Notação anterior

Pontos de acesso

Ponto de acesso - assunto

Ponto de acesso - local

Ponto de acesso - nome

Pontos de acesso de género

Área de controle da descrição

Identificador da instituição

Regras ou convenções utilizadas

CONSELHO NACIONAL DE ARQUIVOS. NOBRADE: norma brasileira de descrição arquivística. Rio de Janeiro: Arquivo Nacional, 2006.

Status da descrição

Final

nível de detalhamento

Integral

Datas de criação, revisão, eliminação

janeiro de 2019 (criação)

Fontes utilizadas na descrição

ACADEMIA NACIONAL DE MEDICINA (Brasil). Carlos Arthur Moncorvo de Figueiredo. Rio de Janeiro, 2018. Disponível em: http://www.anm.org.br/carlos-arthur-moncorvo-de-figueiredo. Acesso em: 10 nov. 2018.
INSTITUTO HISTÓRICO E GEOGRÁFICO BRASILEIRO. Carlos Arthur Moncorvo de Figueiredo. Rio de Janeiro, 2018. Disponível em: https://ihgb.org.br/perfil/userprofile/camdefigueiredo.html. Acesso em: 12 nov. 2018.
SOCIEDADE BRASILEIRA DE PEDIATRIA. Carlos Arthur Moncorvo de Figueiredo (1846-1901). Rio de Janeiro, 2018. Disponível em: https://www.sbp.com.br/capa-teste/institucional/academia-brasileira-de-pediatria/patronos-e-titulares/carlos-arthur-moncorvo-de-figueiredo. Acesso: 18 dez. 2018.

Nota do arquivista

Equipe: Felipe Almeida Vieira, Francisco dos Santos Lourenço e Gabriel da Silva Rodrigues.

objeto digital (Master) zona de direitos

objeto digital (Referência) zona de direitos

objeto digital (Visualização) zona de direitos

Zona da incorporação

Assuntos relacionados

Entidades coletivas, pessoas ou famílias relacionadas

Géneros relacionados

Lugares relacionados