Coleção MM - Programa Mais Médicos

Médico Abel Del Toro Pereza em uma comunidade do arquipélago das Anavilhanas Médico Abel Del Toro Pereza em uma comunidade do arquipélago das Anavilhanas Médico Abel Del Toro Pereza em uma comunidade do arquipélago das Anavilhanas Médico Abel Del Toro Pereza em uma comunidade do arquipélago das Anavilhanas Casa no arquipélago das Anavilhanas Casa no arquipélago das Anavilhanas Médico Abel Del Toro Pereza em embarcação no Rio Negro Médico Abel Del Toro Pereza em embarcação no Rio Negro Médico Abel Del Toro Pereza em embarcação no Rio Negro Médico Abel Del Toro Pereza em embarcação no Rio Negro Médico Abel Del Toro Pereza em embarcação no Rio Negro Médico Abel Del Toro Pereza em embarcação no Rio Negro Médico Abel Del Toro Pereza em embarcação no Rio Negro Médico Abel Del Toro Pereza em embarcação no Rio Negro Abel Del Toro Pereza realizando atendimento domiciliar de um senhor Abel Del Toro Pereza em residência de uma comunidade do arquiélago das Anavilhanas Abel Del Toro Pereza em residência de uma comunidade do arquiélago das Anavilhanas Abel Del Toro Pereza em residência de uma comunidade do arquiélago das Anavilhanas Abel Del Toro Pereza em residência de uma comunidade do arquiélago das Anavilhanas Abel Del Toro Pereza em residência de uma comunidade do arquiélago das Anavilhanas Detalhe do jaleco de Abel Del Toro Pereza Detalhe do jaleco de Abel Del Toro Pereza Abel Del Toro Pereza lendo anotações durante atendimento domiciliar Abel Del Toro Pereza lendo anotações durante atendimento domiciliar Abel Del Toro Pereza realizando atendimento domiciliar de uma criança Abel Del Toro Pereza realizando atendimento domiciliar de uma criança Abel Del Toro Pereza realizando atendimento domiciliar de uma criança Abel Del Toro Pereza realizando atendimento domiciliar de uma criança Abel Del Toro Pereza realizando atendimento domiciliar de uma criança Abel Del Toro Pereza verificando chapa de raio x durante atendimento domiciliar
Resultados 1 a 30 de 634 Mostrar tudo

Área de identificação

Código de referência

BR RJCOC MM

Título

Programa Mais Médicos

Data(s)

  • 2015 (Produção)

nível de descrição

Coleção

Dimensão e suporte

Documentos digitais: 634 itens (391 imagens CR2, 243 imagens TIFF; cor e p&b; 28,3 gigabytes)

Área de contextualização

Nome do produtor

(1951-)

Biografia

Nasceu na cidade de Florianópolis (SC) em 1951. Ingressou na Faculdade de Jornalismo da Universidade Católica de Santos em 1970. Durante a graduação, trabalhou como repórter no jornal O Estado de São Paulo e no Jornal da Tarde, iniciando sua atividade como fotógrafo. Em 1979 realizou sua primeira matéria de caráter ambientalista, retratando o Parque da Juréia, em Iguape (SP). Entre 1972 e 1982, trabalhou também nos jornais Cidade de Santos, O Globo, Tribuna de Santos e na revista IstoÉ, além de desenvolver projetos pessoais sobre questões ecológicas e sociais. A partir de 1985, passou a colaborar em periódicos nacionais e internacionais como profissional autônomo. Foi o primeiro fotógrafo a realizar um ensaio sistemático sobre os ecossistemas e as unidades de conservação do país, após 22 anos de expedições pelo interior do Brasil. Em 1997, lançou o livro de fotografias "TerraBrasil", resultado de dez anos de pesquisas. Em 2001, foi escolhido pelo Museu Britânico de Londres para produzir a capa do livro "Unknown Amazon" que acompanhou uma grande exposição etnográfica sobre a Amazônia. Neste mesmo ano, foi convidado pelo Ministério das Relações Exteriores para realizar a exposição “Mudanças Climáticas” no Memorial da América Latina em São Paulo. Também foi convidado pelo Ministério do Meio Ambiente para realizar a exposição “Parques Nacionais do Brasil”, no Jardim Botânico do Rio de Janeiro. Foi pioneiro em documentar todos os parques nacionais do Brasil e a produzir uma edição especial de colaborador para a revista National Geographic Society, que resultou na publicação do livro “Bichos do Brasil” (2008). Possui fotos em acervos de vários museus e galerias, entre eles o Museu do Café de Kobe (Japão), o Centro Cultural Georges Pompidou de Paris (França), Museu Britânico de Londres (Inglaterra), Museu de Arte e Museu de Arte Moderna, ambos em São Paulo. Recebeu o Prêmio Jabuti com o livro "Amazônia" (2006); o Prêmio Fernando Pini de melhor livro de arte do ano, com a obra "Mar de Dentro" (2007); Prêmio Fernando Pini de Excelência Gráfica com o livro "Sertão Sem Fim", além de ser finalista do Prêmio Jabuti e do Prêmio Fundação Conrado Wessel (2010).

História arquivística

A coleção originou-se do trabalho fotográfico de Araquém Alcântara, realizado entre os meses de março e outubro de 2015. O acervo em formato digital foi doado pelo autor e transferido para a Casa de Oswaldo Cruz em novembro de 2016. No mesmo ano os direitos autorais foram cedidos em favor da Fundação Oswaldo Cruz.

Procedência

Doação de Araquém Âlcantara Pereira, formalizada em abril de 2016.

Área de conteúdo e estrutura

Âmbito e conteúdo

Reúne fotografias digitais produzidas por Araquém Alcântara, que resultaram em publicação de sua autoria intitulada "Mais Médicos" (2015). A coleção retrata a rotina de 43 profissionais de saúde brasileiros e estrangeiros que atuavam no Programa Mais Médicos, suas relações com os pacientes e dificuldades de acesso, bem como locais e condições de vida da população assistida em 36 cidades das diferentes regiões do país. O Programa Mais Médicos foi lançado pelo governo federal em 8 de julho de 2013 através de medida provisória convertida na lei 12.871, de 22 de outubro de 2013. Tem como principal objetivo diminuir a carência de médicos nas regiões com maior vulnerabilidade e dificuldade de atrair e fixar profissionais, prioritárias para o SUS. Para viabilizá-lo utilizou-se provimento emergencial, com recrutamento de profissionais brasileiros e estrangeiros, graduados no Brasil e exterior. Em 2015 faziam parte do programa 18.240 médicos, incluindo profissionais procedentes de mais de 40 países, como os médicos cubanos que participavam da cooperação com a Organização Pan-Americana da Saúde (Opas). Naquele ano eram atendidos pelo Programa 4.058 municípios incluindo os 34 distritos sanitários especiais de saúde indígena, as unidades básicas de saúde fluviais de atendimento da população ribeirinha na Amazônia, as comunidades rurais, do semiárido nordestino, de quilombolas e assentamentos, como também as de periferias e morros de grandes cidades.

Avaliação, selecção e eliminação

Ingressos adicionais

Sistema de arranjo

A coleção está organizada em 43 dossiês identificados pelo nome do médico retratado. Os dossiês estão organizados internamente por ordem cronológica.

Área de condições de acesso e uso

Condições de acesso

Sem restrições. Acessível somente por meio de computador, imagens digitais derivadas em formatos JPG e TIFF.

Condições de reprodução

Sem restrições, condicionada à autorização prévia e atribuição de crédito ao autor e à instituição custodiadora.
Reproduções em alta resolução podem ser fornecidas em formato JPG ou TIFF, seguindo os requisitos estabelecidos pela instituição para seu uso.

Idioma do material

Forma de escrita do material

Notas ao idioma e script

Características físicas e requisitos técnicos

O equipamento utilizado para captação das imagens foi a câmera DSLR modelo Canon EOS-1D X, gerando documentos em formato CR2. O software de edição utilizado foi Adobe Photoshop Lightroom 5.7, gerando documentos e duplicatas em formato TIFF. Os arquivos digitais originais foram transferidos para a instituição custodiadora em duas unidades de disco rígido externo (HDD). Posteriormente, foram geradas derivadas em formatos TIFF e JPG para garantir o acesso e a preservação sem a necessidade de uso de software proprietário.

Instrumentos de pesquisa

Área de fontes relacionadas

Existência e localização de originais

Existência e localização de cópias

Unidades de descrição relacionadas

Descrições relacionadas

Nota de publicação

ALCÂNTARA, Araquém. Mais Médicos. São Paulo: Terrabrasil, 2015. 223 p. [25 imagens]

Nota de publicação

LINO, Antonio. Branco vivo (Fotografias de Araquém Alcântara). São Paulo: Elefante, 2017. 252 p. [86 imagens]

Área de notas

Notação anterior

Pontos de acesso

Ponto de acesso - assunto

Ponto de acesso - local

Ponto de acesso - nome

Pontos de acesso de género

Área de controle da descrição

Identificador da instituição

Regras ou convenções utilizadas

CONSELHO NACIONAL DE ARQUIVOS. NOBRADE: norma brasileira de descrição arquivística. Rio de Janeiro: Arquivo Nacional, 2006.

Status da descrição

Final

nível de detalhamento

Integral

Datas de criação, revisão, eliminação

maio/2019 (criação)

Fontes utilizadas na descrição

BRASIL. Ministério da Saúde. Programa mais médicos – dois anos: mais saúde para os brasileiros. Brasília: Ministério da Saúde, 2015, 128 p. Disponível em: <http://portalarquivos.saude.gov.br/images/pdf/2015/agosto/03/livro-maismedicos-2015.pdf>. Acessado em: maio de 2019.
BRASIL. Lei nº 12.871, de 22 de outubro de 2013. Institui o Programa Mais Médicos, altera as Leis nº 8.745, de 9 de dezembro de 1993, e nº 6.932, de 7 de julho de 1981, e dá outras providências. Diário Oficial da União, Brasília, 23 out. 2013b. Seção 1, p. 1.
Website do Programa Mais Médicos, acessível em <http://www.maismedicos.gov.br>. Acessado em: maio de 2019.

Nota do arquivista

Foram considerados como itens documentais os arquivos originalmente produzidos pela câmera fotográfica (imagem CR2) e os arquivos produzidos e editados a partir desses (imagem TIFF), que apresentam características significativamente distintas dos primeiros. As informações utilizadas para essa definição foram extraídas dos metadados dos objetos digitais e da publicação "Mais Médicos" (2015). Essa definição teve como critério a lógica de produção dos documentos, decorrente da própria atividade do fotógrafo na realização da publicação em questão.

Nota do arquivista

Equipe: Carlos Raphael Oliveira do Rego e Felipe Almeida Vieira

Zona da incorporação

Assuntos relacionados

Entidades coletivas, pessoas ou famílias relacionadas

Géneros relacionados

Lugares relacionados