Fundo EL - Elizabeth Leeds

Área de identificação

Código de referência

BR RJCOC EL

Título

Elizabeth Leeds

Data(s)

  • 1977-1995 (Produção)

nível de descrição

Fundo

Dimensão e suporte

Documentos textuais: 0,56 m

Área de contextualização

Nome do produtor

(1942-)

Biografia

Nasceu em 30 de agosto de 1942, em Worcester (Massachusetts, Estados Unidos). Formada em ciência política pela Universidade de Boston, foi voluntária do Peace Corps Volunteers. Chegou ao Brasil em 1965, onde conheceu o antropólogo Anthony Leeds - com quem se casou em 1967 -, tornando-se colaboradora em suas pesquisas sobre favelas. Sua dissertação de mestrado foi defendida na Universidade do Texas e sua tese de doutorado, no Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT). Além das favelas, pesquisou a imigração em Portugal, direitos humanos e políticas de segurança pública no Brasil. De 1989 a 1997 foi diretora executiva do Centro de Estudos Internacionais no MIT. Como membro do programa da Fundação Ford para governança e sociedade civil no Brasil, entre 1997 e 2003, desenvolveu uma iniciativa de policiamento democrático. É co-fundadora e presidente honorária do Fórum Brasileiro de Segurança Pública, iniciado em 2005. Atua como pesquisadora Associada no Centro de Estudos Internacionais do MIT.

História arquivística

Em 2007, Elizabeth Leeds doou ao Departamento de Arquivo e Documentação da Casa de Oswaldo Cruz/Fiocruz documentos do marido e dela própria referentes à trajetória das pesquisas antropológicas empreendidas por ambos no Brasil e na América Latina, os quais foram denominados inicialmente como fundo Anthony Leeds, em virtude dos registros que interligavam suas práticas científicas. Após a realização do processo de identificação preliminar do fundo, foi possível detectar que suas datas-limite se estendiam ao período posterior à morte do antropólogo, fato que indicou a inserção, ao conjunto inicial, de documentos produzidos e acumulados por parte da doadora a partir do desenvolvimento de suas pesquisas. Diante disso, optou-se pela separação desses documentos, visto que integravam conjuntos distintos, que necessitavam de organização própria, não mais como um único fundo pessoal, mais sim como fundos Anthony Leeds e Elizabeth Leeds.

Procedência

Doação de Elizabeth Rachel Leeds em 2007.

Área de conteúdo e estrutura

Âmbito e conteúdo

Reúne artigos científicos, cartões, cartas, recortes de jornais, ensaios, noticiários, dissertações, publicações ("Espaço & Debate", "Vidas em risco", "Brazil: war on children", "Children without a future", "Medio ambiente y urbanizacion", "Cadernos da Cidade", "Shantytown protest in Pinochet's Chile", "The Latin American city", "Nuevas políticas urbanas: las ONG y los gobiernos municipales en la democratización latinoamericana"), revistas, prospectos, revista CEAP, estatutos, informativos, projetos, teses, entrevistas, mensagens por e-mail, cartazes, jornais, relatórios de atividades e bilhetes referentes à trajetória profissional da titular no campo das ciências sociais.

Avaliação, selecção e eliminação

Ingressos adicionais

Sistema de arranjo

O fundo está organizado em vinte dossiês tipológicos.

Área de condições de acesso e uso

Condições de acesso

Sem restrição.

Condições de reprodução

Sem restrição.

Idioma do material

  • espanhol
  • inglês
  • português

Forma de escrita do material

Notas ao idioma e script

Características físicas e requisitos técnicos

Instrumentos de pesquisa

FUNDAÇÃO OSWALDO CRUZ. Casa de Oswaldo Cruz. Departamento de Arquivo e Documentação. Fundo Elizabeth Leeds: inventário. Rio de Janeiro: Fiocruz, 2012.

Área de fontes relacionadas

Existência e localização de originais

Existência e localização de cópias

Unidades de descrição relacionadas

Fundo Anthony Leeds
Fundo Victor Tavares de Moura

Descrições relacionadas

Área de notas

Nota

A organização do fundo Elizabeth Leeds contou com o apoio da Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro (Faperj) através do auxílio concedido ao projeto de pesquisa "História das favelas e da sociologia no Brasil urbano: contribuições ao seu estudo a partir da trajetória de Anthony Leeds", coordenado por Nísia Trindade Lima.

Notação anterior

Pontos de acesso

Ponto de acesso - assunto

Ponto de acesso - local

Ponto de acesso - nome

Pontos de acesso de género

Área de controle da descrição

Identificador da instituição

Regras ou convenções utilizadas

CONSELHO NACIONAL DE ARQUIVOS. NOBRADE: norma brasileira de descrição arquivística. Rio de Janeiro: Arquivo Nacional, 2006.

Status da descrição

Final

nível de detalhamento

Integral

Datas de criação, revisão, eliminação

Fontes utilizadas na descrição

LEEDS, Anthony; LEEDS, Elizabeth. A sociologia do Brasil urbano. Rio de Janeiro: Zahar Editores, 1978.
LIMA, Nísia Trindade. O movimento de favelados do Rio de Janeiro: políticas do estado e lutas sociais (1954-1973). Dissertação (Mestrado em Ciência Política) – Iuperj, Rio de Janeiro, 1989.
MAIO, Marcos Chor. O Projeto UNESCO e a agenda das ciências sociais no Brasil dos anos 40 e 50. Revista Brasileira de Ciências Sociais, São Paulo, v. 14, n. 41, p. 141-158, out. 1999.
PROCHASSON, Christophe. “Atenção: verdade!” Arquivos privados e renovação das práticas historiográficas. Estudos Históricos, Rio de Janeiro, v. 11, n. 21, p. 105-119, 1998.
Register of the Records of the Institute of Social Anthropology, Smithsonian Institution, 1942-1952, National Anthropological Archives, Smithsonian Institution. Disponível em: <http://www.nmnh.si.edu/naa/fa/isa.pdf>. Acesso em: abr. 2011.
SANJEK, Roger. The holistic antrthropology of Anthony Leeds. In: LEEDS, Anthony. Cities, classes, and the social order. Edited by Roger Sanjek. New York: Cornell University Press, 1994. p. 27-46.
SANTOS, Paulo Roberto Elian dos. Arquivos de cientistas: gênese documental e procedimentos de organização. São Paulo: Associação de Arquivistas de São Paulo, 2005.
SIEBER, R. Thimothy. The life of Anthony Leeds: unity in diversity. In: LEEDS, Anthony. Cities, classes, and the social order. Edited by Roger Sanjek. New York: Cornell University Press, 1994. p. 3-26.
SILVA, Luiz Antonio Machado da. A política na favela. Cadernos Brasileiros, Rio de Janeiro, v. 9, n. 3, p. 35-47, maio/jun. 1967.
SILVA, Luiz Antonio Machado da. Violência urbana, sociabilidade violenta e agenda pública. In: SILVA, Luiz Antonio Machado da. Vida sob cerco: violência e rotina nas favelas do Rio de Janeiro. Rio de Janeiro: Nova Fronteira/Faperj, 2008. p. 35-46.
VALLADARES, Licia do Prado. La langage de la coopération internationale. Peace Corps e ONGs dans les favelas à Rio de Janeiro. In: CEPAI, Daniel; JOSEPH, Isaac (Dir.). L´heritage du pragmatisme. Conflits dúrbanité et épreuves de civisme. Paris: L´Aube, 2002. p. 175-191.
VALLADARES, Licia do Prado. Memória da favela carioca: médicos, pobreza e reforma social. Projeto apresentado à Faperj, 2003.
VALLADARES, Licia do Prado. A invenção da favela: do mito de origem a favela.com. Rio de Janeiro: Ed. FGV, 2005.
ZALUAR, Alba. A máquina e a revolta. As organizações populares e o significado da pobreza. São Paulo: Brasiliense, 1985.
ZALUAR, Alba; ALVITO, Marcos. Um século de favelas. Rio de Janeiro: Ed. FGV, 1998.

Nota do arquivista

Equipe: Ana Luce Girão Soares de Lima, Rachel Viana, Francisco dos Santos Lourenço, Daniel Guimarães Elian dos Santos, Vanêssa Alves Pinheiro, Maria Carolina Clares Araújo, Fernanda do Nascimento Martins e Fernanda Souza da Silva.

Zona da incorporação

Assuntos relacionados

Entidades coletivas, pessoas ou famílias relacionadas

Géneros relacionados

Lugares relacionados