Fundo EL - Elizabeth Leeds

Área de identificação

Código de referência

BR RJCOC EL

Título

Elizabeth Leeds

Data(s)

  • 1977-1995 (Produção)

nível de descrição

Fundo

Dimensão e suporte

Documentos textuais: 0,56 m

Área de contextualização

Nome do produtor

(1942-)

Biografia

Nasceu em 30 de agosto de 1942, em Worcester (Massachusetts, Estados Unidos). Formada em ciência política pela Universidade de Boston, foi voluntária do Peace Corps Volunteers e colaboradora do antropólogo Anthony Leeds, com quem se casou em 1967, em suas pesquisas sobre favelas, iniciadas em 1965. Sua dissertação de mestrado foi defendida na Universidade do Texas e sua tese de doutorado, no Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT). Além das favelas, pesquisou a imigração em Portugal, direitos humanos e políticas de segurança pública no Brasil. De 1989 a 1997 foi diretora executiva do Centro de Estudos Internacionais no MIT. É co-fundadora e presidente honorária do Fórum Brasileiro de Segurança Pública, iniciado em 2005.

História arquivística

Em 2007, Elizabeth Leeds doou ao Departamento de Arquivo e Documentação da Casa de Oswaldo Cruz/Fiocruz documentos do marido e dela própria referentes à trajetória das pesquisas antropológicas empreendidas por ambos no Brasil e na América Latina, os quais foram denominados inicialmente como fundo Anthony Leeds, em virtude dos registros que interligavam suas práticas científicas. Após a realização do processo de identificação preliminar do fundo, foi possível detectar que suas datas-limite se estendiam ao período posterior à morte do antropólogo, fato que indicou a inserção, ao conjunto inicial, de documentos produzidos e acumulados por parte da doadora a partir do desenvolvimento de suas pesquisas. Diante disso, optou-se pela separação desses documentos, visto que integravam conjuntos distintos, que necessitavam de organização própria, não mais como um único fundo pessoal, mais sim como fundos Anthony Leeds e Elizabeth Leeds.

Procedência

Doação de Elizabeth Rachel Leeds em 2007.

Área de conteúdo e estrutura

Âmbito e conteúdo

Reúne artigos científicos, cartões, cartas, recortes de jornais, ensaios, noticiários, dissertações, publicações ("Espaço & Debate", "Vidas em risco", "Brazil: war on children", "Children without a future", "Medio ambiente y urbanizacion", "Cadernos da Cidade", "Shantytown protest in Pinochet's Chile", "The Latin American city", "Nuevas políticas urbanas: las ONG y los gobiernos municipales en la democratización latinoamericana"), revistas, prospectos, revista CEAP, estatutos, informativos, projetos, teses, entrevistas, mensagens por e-mail, cartazes, jornais, relatórios de atividades e bilhetes referentes à trajetória profissional da titular no campo das ciências sociais.

Avaliação, selecção e eliminação

Ingressos adicionais

Sistema de arranjo

O fundo está organizado em vinte dossiês tipológicos.

Área de condições de acesso e uso

Condições de acesso

Sem restrição.

Condições de reprodução

Sem restrição.

Idioma do material

  • espanhol
  • inglês
  • português

Forma de escrita do material

Notas ao idioma e script

Características físicas e requisitos técnicos

Instrumentos de pesquisa

FUNDAÇÃO OSWALDO CRUZ. Casa de Oswaldo Cruz. Departamento de Arquivo e Documentação. Fundo Elizabeth Leeds: inventário. Rio de Janeiro: Fiocruz, 2012.

Área de fontes relacionadas

Existência e localização de originais

Existência e localização de cópias

Unidades de descrição relacionadas

Fundo Anthony Leeds
Fundo Victor Tavares de Moura

Descrições relacionadas

Área de notas

Nota

A organização do fundo Elizabeth Leeds contou com o apoio da Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro (Faperj) através do auxílio concedido ao projeto de pesquisa "História das favelas e da sociologia no Brasil urbano: contribuições ao seu estudo a partir da trajetória de Anthony Leeds", coordenado por Nísia Trindade Lima.

Notação anterior

Pontos de acesso

Ponto de acesso - assunto

Ponto de acesso - local

Ponto de acesso - nome

Pontos de acesso de género

Área de controle da descrição

Identificador da instituição

Regras ou convenções utilizadas

CONSELHO NACIONAL DE ARQUIVOS. NOBRADE: norma brasileira de descrição arquivística. Rio de Janeiro: Arquivo Nacional, 2006.

Status da descrição

Final

nível de detalhamento

Integral

Datas de criação, revisão, eliminação

Idioma(s)

Escrita(s)

Fontes utilizadas na descrição

LEEDS, Anthony; LEEDS, Elizabeth. A sociologia do Brasil urbano. Rio de Janeiro: Zahar Editores, 1978.
LIMA, Nísia Trindade. O movimento de favelados do Rio de Janeiro: políticas do estado e lutas sociais (1954-1973). Dissertação (Mestrado em Ciência Política) – Iuperj, Rio de Janeiro, 1989.
MAIO, Marcos Chor. O Projeto UNESCO e a agenda das ciências sociais no Brasil dos anos 40 e 50. Revista Brasileira de Ciências Sociais, São Paulo, v. 14, n. 41, p. 141-158, out. 1999.
PROCHASSON, Christophe. “Atenção: verdade!” Arquivos privados e renovação das práticas historiográficas. Estudos Históricos, Rio de Janeiro, v. 11, n. 21, p. 105-119, 1998.
Register of the Records of the Institute of Social Anthropology, Smithsonian Institution, 1942-1952, National Anthropological Archives, Smithsonian Institution. Disponível em: <http://www.nmnh.si.edu/naa/fa/isa.pdf>. Acesso em: abr. 2011.
SANJEK, Roger. The holistic antrthropology of Anthony Leeds. In: LEEDS, Anthony. Cities, classes, and the social order. Edited by Roger Sanjek. New York: Cornell University Press, 1994. p. 27-46.
SANTOS, Paulo Roberto Elian dos. Arquivos de cientistas: gênese documental e procedimentos de organização. São Paulo: Associação de Arquivistas de São Paulo, 2005.
SIEBER, R. Thimothy. The life of Anthony Leeds: unity in diversity. In: LEEDS, Anthony. Cities, classes, and the social order. Edited by Roger Sanjek. New York: Cornell University Press, 1994. p. 3-26.
SILVA, Luiz Antonio Machado da. A política na favela. Cadernos Brasileiros, Rio de Janeiro, v. 9, n. 3, p. 35-47, maio/jun. 1967.
SILVA, Luiz Antonio Machado da. Violência urbana, sociabilidade violenta e agenda pública. In: SILVA, Luiz Antonio Machado da. Vida sob cerco: violência e rotina nas favelas do Rio de Janeiro. Rio de Janeiro: Nova Fronteira/Faperj, 2008. p. 35-46.
VALLADARES, Licia do Prado. La langage de la coopération internationale. Peace Corps e ONGs dans les favelas à Rio de Janeiro. In: CEPAI, Daniel; JOSEPH, Isaac (Dir.). L´heritage du pragmatisme. Conflits dúrbanité et épreuves de civisme. Paris: L´Aube, 2002. p. 175-191.
VALLADARES, Licia do Prado. Memória da favela carioca: médicos, pobreza e reforma social. Projeto apresentado à Faperj, 2003.
VALLADARES, Licia do Prado. A invenção da favela: do mito de origem a favela.com. Rio de Janeiro: Ed. FGV, 2005.
ZALUAR, Alba. A máquina e a revolta. As organizações populares e o significado da pobreza. São Paulo: Brasiliense, 1985.
ZALUAR, Alba; ALVITO, Marcos. Um século de favelas. Rio de Janeiro: Ed. FGV, 1998.

Nota do arquivista

Equipe: Ana Luce Girão Soares de Lima, Rachel Viana, Francisco dos Santos Lourenço, Daniel Guimarães Elian dos Santos, Vanêssa Alves Pinheiro, Maria Carolina Clares Araújo, Fernanda do Nascimento Martins e Fernanda Souza da Silva.

Zona da incorporação

Assuntos relacionados

Entidades coletivas, pessoas ou famílias relacionadas

Géneros relacionados

Lugares relacionados