Rubens Pinto de Mello

Área de identificação

tipo de entidade

Pessoa

Forma autorizada do nome

Rubens Pinto de Mello

Forma(s) paralela(s) de nome

Formas normalizadas do nome de acordo com outras regras

Outra(s) forma(s) de nome

identificadores para entidades coletivas

área de descrição

Datas de existência

1934-

Histórico

Nasceu em Petrópolis (RJ), em 16 de setembro de 1934. Graduou-se médico veterinário pela Escola Nacional de Veterinária da Universidade Rural do Brasil em 1961. Ainda como estudante, foi bolsista sob a supervisão de Hugo de Souza Lopes, pesquisando dípteros da família Calliphoridae. Com a orientação desse pesquisador também elaborou sua dissertação de mestrado (1967) e tese de doutorado (1989). Em 1962 ocupou o cargo de médico veterinário do Ministério da Agricultura, inicialmente no Instituto de Biologia Animal. Com a reforma do ministério, em 1975, passou a realizar fiscalização zoosanitária no Aeroporto Internacional do Rio de Janeiro, função que exerceu até 1994, quando se aposentou. Em 1964 foi aprovado em concurso público na universidade onde se formou, mas não assumiu a vaga devido à exigência de dedicação exclusiva. Em 1969 ingressou como professor no Departamento de Biologia Animal do Instituto de Biologia da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, cargo que ocupou até 1991. Em 1972 criou, junto com seu colega Hugo Edison Barboza de Rezende, o Curso de Pós-Graduação em Parasitologia no departamento em que atuava. Em 1999 foi agraciado com o título de professor emérito. Lecionou em outras instituições, como a Universidade Plínio Leite, a Universidade do Grande Rio e a Universidade Estácio de Sá. No IOC, instituição que frequenta desde sua graduação, foi colaborador a partir de 1987 nos departamentos de Entomologia, a convite de José Jurberg, e de Biologia, com Hugo de Souza Lopes. Posteriormente, convidado por Leônidas Deane para chefiar o Laboratório de Diptera, exerceu essa função de 1991 a 2006. Prossegue com seus estudos sobre Diptera e com atividades docentes no IOC.

Locais

Estado Legal

Funções, ocupações e atividades

Mandatos/Fontes de autoridade

Estruturas internas/genealogia

Contexto geral

Área de relacionamento

Área de ponto de acesso

Ponto de acesso - assunto

Ponto de acesso - local

Ocupações

Área de controle da descrição

Identificador de autoridade arquivística de documentos

Identificador da instituição

Regras ou convenções utilizadas

ISAAR(CPF): norma internacional de registro de autoridade arquivística para entidades coletivas, pessoas e famílias.

Status da descrição

nível de detalhamento

Datas das descrições (criação, revisão e remoção)

Idioma(s)

Escrita(s)

Fontes utilizadas na descrição

Notas de manutenção