Pedrina Cunha de Oliveira

Área de identificação

Tipo de entidade

Pessoa

Forma autorizada do nome

Pedrina Cunha de Oliveira

Forma(s) paralela(s) de nome

Formas normalizadas do nome de acordo com outras regras

Outra(s) forma(s) do nome

identificadores para entidades coletivas

Área de descrição

Datas de existência

1934-

História

Nasceu em 1934, na cidade de Santa Cruz (GO), onde realizou seus primeiros estudos. Em 1955, ingressou na Faculdade Nacional de Farmácia da Universidade do Brasil, atual UFRJ. Graduada por essa universidade, especializou-se em laboratório de saúde pública. Em 1960, por intermédio de Oswaldo Lazzarini Peckolt, ingressou no Instituto Oswaldo Cruz (IOC) como estagiária da seção de ensaios biológicos e controle da Divisão de Química. A partir de 1961 passou a trabalhar no Centro de Pesquisa Gomes de Lemos, das Pioneiras Sociais, sob a orientação do professor Fernando Ubatuba. Em 1962, fez o curso promovido pelo Departamento de Administração do Serviço Público (DASP), para ingressar no Instituto de Assistência e Previdência dos Comerciários, onde trabalhou durante um ano, quando foi promovida a biologista do IOC em tempo integral. Nesse mesmo ano, foi solicitada por Arêa Leão para trabalhar na seção de micologia do Departamento de Microbiologia e Imunologia do IOC. Para assumir essa nova atividade, fez o Curso de Aplicação do IOC, a fim de especializar-se em Micologia. Em 1966, iniciou suas atividades docentes, ministrando aulas de micologia no Curso de Aplicação do IOC e na Faculdade de Farmácia da UFRJ. Em 1967, ingressou na Universidade de Sheffield, em Londres, cursando o mestrando até 1969, quando recebeu o título master of science pela tese “A study of aspects of heterokaryosis in Aspergillus nidulans”. Retornou ao IOC, em 1969, para iniciar a montagem do laboratório de genética do Aspergillus nidulans. De 1970 a 1975, exerceu a função de chefe eventual da seção de micologia, período em que também coordenou e ministrou o Curso de Iniciação à Pesquisa Biológica na Escola Nacional de Saúde Pública (ENSP). Em 1976, assumiu a livre-docência em micologia, na Universidade Federal Fluminense (UFF). A partir de 1978, foi chefe efetiva do Departamento de Micologia do IOC, dedicando-se à pesquisa genética do Aspergillus nidulans. Aposentou-se em fevereiro de 1995.

Locais

Status legal

Funções, ocupações e atividades

Mandatos/Fontes de autoridade

Estruturas internas/genealogia

Contexto geral

Área de relacionamento

Área de controle da descrição

Identificador do registro de autoridade

Identificador da instituição

Regras ou convenções utilizadas

ISAAR(CPF): norma internacional de registro de autoridade arquivística para entidades coletivas, pessoas e famílias.

Status da descrição

nível de detalhamento

Datas das descrições (criação, revisão e remoção)

Idioma(s)

Escrita(s)

Fontes utilizadas na descrição

Notas de manutenção