José Reis

Área de identificação

Tipo de entidade

Pessoa

Forma autorizada do nome

José Reis

Forma(s) paralela(s) de nome

Formas normalizadas do nome de acordo com outras regras

Outra(s) forma(s) do nome

identificadores para entidades coletivas

Área de descrição

Datas de existência

1907-2002

História

Nasceu na cidade do Rio de Janeiro em 12 de junho de 1907, filho de Alfredo de Souza Reis e Maria Paula Soares. Em 1925 ingressou na Faculdade de Medicina do Rio de Janeiro. Ainda durante a graduação realizou o Curso de Aplicação de Manguinhos (1927-1928), sendo reconhecido com o prêmio “Medalha de Ouro Oswaldo Cruz”. Durante o curso prestou serviços no hospital do Instituto Oswaldo Cruz durante um surto de febre amarela, mas sem ser contratado. Em 1929, transferiu-se para a cidade de São Paulo ao ser contratado como bacteriologista no recém-criado Instituto Biológico (IB), trabalhando com Arthur Neiva e Henrique da Rocha Lima. Na instituição ocupou os cargos de assistente, chefe de seção e de serviço. No IB dedicou-se à pesquisa em microbiologia, passando a estudar as doenças que acometiam as aves, por influência de Rodolfo von Ihering. Suas pesquisas resultaram nas publicações “Moléstias das Aves Domésticas” (1932) e “Doenças das Aves: tratado de ornitopatologia” (1936) – em colaboração com Paulo Nóbrega e Annita Swensson – criando o termo para definir sua área. Além disso, elaborou folhetos de divulgação voltados para os criadores de aves, visando a prevenção e o tratamento. Em 1932 casou-se com Annita, farmacêutica e colega de IB. A partir de seu trabalho sobre as doenças aviárias foi convidado para pesquisar na Fundação Rockfeller, transferindo se para os Estados Unidos em 1935, onde permaneceu um ano. Foi a partir dessa experiência que passou a se interessar pelo tema da administração. Foi convidado a ocupar o cargo de diretor do Departamento do Serviço Público do Estado de São Paulo, entre 1943 e 1945, organizando cursos, uma biblioteca especializada, plano de cargos e a lei que ordenou o Regime de Tempo Integral. Também atuou como professor de administração na Universidade Presbiteriana Mackenzie e na Faculdade de Ciências Econômicas e Administrativas da USP, da qual foi fundador e vice-diretor (1946). Ainda na década de 1940 começou a escrever obras para o público pré-escolar, adaptando temas da ciência por meio da literatura infantil. Em 1947 retornou ao IB como diretor da Divisão de Documentação e Ensino, cargo no qual se aposentou (1958). Também em 1947 passou a colaborar com os jornais do grupo Folha, sendo efetivado como funcionário no ano seguinte, condição que manteve até sua morte. Passou a dedicar-se cada vez mais ao jornalismo e a divulgação científica, escrevendo na Folha de São Paulo as colunas “Periscópio”, “Gota a Gota” e “No Mundo da Ciência”. Entre 1962 e 1967 chegou a ocupar o cargo de diretor de redação do jornal. Redigiu ainda os suplementos “Ciência para todos” do jornal A Manhã (1948-1953) e “Ciência” do Jornal do Comércio (1958-1962). Esteve envolvido na criação da criação da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC) em 1948, onde ocupou o cargo de secretário geral (1949-1951), presidente (1979-1980), e criou a Revista Ciência e Cultura, onde sempre trabalhou, sendo seu diretor por dois períodos: de 1949 a 1954 e de 1972 a 1985. Posteriormente, colaborou com a Revista Anhembi (1955-1962) e na criação da editora Instituição Brasileira de Difusão Cultural (IBRASA), na qual permaneceu entre 1958 e 1978. Entre as muitas homenagens que recebeu destacam-se os prêmios Kalinga (1974), de divulgação científica concedido pela UNESCO, e John Reitemeyer, de jornalismo científico da Sociedade Interamericana de Imprensa, a Ordem Nacional do Mérito Científico (1995) e a criação pelo CNPq do Prêmio José Reis de Divulgação Científica em 1978. Morreu em São Paulo em 16 de maio de 2002.

Locais

Status legal

Funções, ocupações e atividades

Membro fundador da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência, 1948
Prêmio Kalinga para a Popularização da Ciência, 1974
Ordem Nacional do Mérito Científico, 1995

Mandatos/Fontes de autoridade

Estruturas internas/genealogia

Contexto geral

Área de relacionamento

Entidade relacionada

Paulo Swensson Reis (1941-)

Identificador da entidade relacionada

Categoria da relação

family

Tipo de relação

Paulo Swensson Reis filho(a) de José Reis

Datas da relação

Descrição da relação

Entidade relacionada

Marcos Swensson Reis (1937-)

Identificador da entidade relacionada

Categoria da relação

family

Tipo de relação

Marcos Swensson Reis filho(a) de José Reis

Datas da relação

Descrição da relação

Entidade relacionada

Annita Swensson Reis (1908-)

Identificador da entidade relacionada

Categoria da relação

family

Tipo de relação

Annita Swensson Reis casado(a) com José Reis

Datas da relação

Descrição da relação

Área de controle da descrição

Identificador do registro de autoridade

Identificador da instituição

Regras ou convenções utilizadas

Status da descrição

nível de detalhamento

Datas das descrições (criação, revisão e remoção)

Idioma(s)

Escrita(s)

Fontes utilizadas na descrição

Notas de manutenção