Mostrando 84 resultados

descrição arquivística
Rio de Janeiro
Visualização de impressão Ver:

3 resultados com objetos digitais Mostrar resultados com objetos digitais

Entrevistas

Constituído por entrevistas (Revista O Globo)

Marcos Henrique de Castro Oliveira

Sumário
Fita 1 - Lado A
Considerações acerca das questões da transferência de tecnologia e da propriedade intelectual; a preocupação do governo brasileiro com a imunização e a criação de mercado para produtores de vacinas; o início dos programas de vacinação infantil no Brasil; o interesse de Bio-Manguinhos na produção de vacinas múltiplas.

Fita 1 - Lado B
A transferência de tecnologia e desenvolvimento tecnológico; considerações sobre o modelo norte-americano de inovação tecnológica; o governo brasileiro e o financiamento de projetos de pesquisa acadêmicos; a necessidade de integração entre a academia e a indústria; críticas à capacidade gerencial da Fiocruz; o impacto financeiro da Hib em Bio-Manguinhos e o apoio a pesquisas em desenvolvimento tecnológico.

Fita 2 - Lado A
Características dos investimentos em desenvolvimento tecnológico; considerações acerca da gestão de recursos orçamentários governamentais; a negociação de Bio-Manguinhos e GSK para a transferência de tecnologia da Hib; o crescimento da instituição após a transferência de tecnologia da Hib

Fita 2 - Lado B
As dificuldades de Bio-Manguinhos para estruturar os setores de controle e garantia de qualidade; o projeto de instalação de uma planta de protótipos de Bio-Manguinhos; o ingresso em Bio-Manguinhos; considerações sobre a eleição direta do diretor de Bio-Manguinhos; as dificuldades encontradas para gerenciar Bio-Manguinhos.

Fita 3 - Lado A
Considerações sobre a integração entre as unidades da Fiocruz; os atuais entraves ao desenvolvimento de Bio-Manguinhos.

Programa Ibero-Americano de Apoio à Pesquisa e Tecnologia

CYTED, Programa Ibero-americano de Ciência e Tecnologia para o Desenvolvimento - órgão ibero-americano de apoio à pesquisa e tecnologia da Espanha. Dossiê constituído por certificados, apontamentos e notícia.

Fórum de debates sobre Automação da Descrição Arquivística em História das Ciências e da Saúde

Trata-se de uma oficina sobre a automatização de descrição arquivística de documentos no âmbito da história das ciências e da saúde. Contou com a presença da professora Antonia Heredia Herrera, da escola espanhola de arquivística, e de profissionais envolvidos com as atividades de descrição arquivística em multi nível, considerando a normatização do International Concil of Archives (ICA). Foi realizada nos dias 2, 3 e 4 de junho de 2003.
Abertura com Antonia Heredia Herrera, com a palestra: “A teoria e a prática arquivísticas: distanciamento?”.
Mesas redondas: - Padrões internacionais de descrição arquivística; - Automação da descrição arquivística; - Padrões internacionais da descrição arquivística e arranjo e descrição sob a perspectiva da normatização; - Ferramentas tecnológicas de automação em arquivos; - Relatos de experiência.

Cartas

Reúne cartas convite, de agradecimento, confirmação entre outros assuntos referentes à participação do titular em eventos científicos.

Projetos de Pesquisa

Reúne cartas, relatórios, formulários, propostas e projetos de pesquisa apresentados às agências fomentadoras.

Movimento da reforma psiquiátrica no Brasil - história e memória

Reúne nove depoimentos de médicos psiquiatras sobre as mudanças ocorridas no atendimento ao doente mental, antes e depois de instituída a reforma psiquiátrica no Brasil na década de 1980. O depoimento de Lia Riedel é temático sobre a atuação de Gustavo Riedel, seu pai. Este grupo de profissionais teve ativa participação no citado movimento nos anos 1980, quando tem início o processo de desinstitucionalização das instituições psiquiátricas no Brasil, com várias experiências de transformação da assistência em saúde mental com a implantação dos Centros de Atenção Psico-Social (Caps). As entrevistas abordam sua história de vida e atuação profissional com foco no tema da reforma psiquiátrica.

A fala dos comprometidos: ONGs e AIDS no Brasil

Reúne 13 entrevistas com pessoas ligadas à organizações não governamentais destinadas à AIDS. O projeto, coordenado por Dilene Raimundo do Nascimento, buscou rastrear os caminhos percorridos por estes grupos, na medida em que a atuação junto aos soropositivos e à sociedade em geral adquiriu crescente relevância, tanto no que diz respeito à contribuição para políticas governamentais voltadas para a AIDS quanto à re-elaboração individual e coletiva da doença.

Crachás

Dossiê constituído por crachás de participação em diversos eventos.

Depoimentos orais do projeto Memória da saúde pública no Brasil

Reúne 14 depoimentos orais. Este projeto teve por objetivo analisar historicamente o desenvolvimento institucional da saúde pública no Brasil. Por meio da coleta de entrevistas procurou-se recuperar as trajetórias individuais de médicos sanitaristas que se destacaram enquanto atores na história da saúde pública brasileira e contribuíram na definição de políticas públicas para o setor saúde no período compreendido entre os anos de 1930 e 1980. A investigação originou também um instrumento de pesquisa intitulado Cronologia de atores, instituições e políticas de saúde.

Resultados 1 a 30 de 84