Mostrando 1540 resultados

descrição arquivística
Presidência
Visualização de impressão Ver:

1 resultados com objetos digitais Mostrar resultados com objetos digitais

Biotério para Vitelos

  • BR RJCOC 01-30-05-25
  • Série
  • 1947 - 1948
  • Parte de Presidência

Conjunto constituído por plantas referentes aos projetos de arquitetura, estrutura e instalação, produzidas para a construção e/ou reforma/restauração do Biotério para Vitelos.
Não foi possível identificar maiores informações sobre o projeto ou construção.

Canis e Gaiola de Macacos

  • BR RJCOC 01-30-05-02
  • Série
  • 1947 - 1948
  • Parte de Presidência

Conjunto constituído por plantas referentes aos projetos de arquitetura e instalação,
produzidas para a construção e/ou reforma/restauração dos Canis e Gaiola de Macacos.

A edificação foi projetada entre março de 1947 a junho de 1948, por Ernani Sampaio, da Divisão de Obras, do Ministério da Educação e Saúde.

Arquitetura

  • BR RJCOC 01-30-05-02-01
  • Dossiê
  • 1947 - 1948
  • Parte de Presidência

Ernani Sampaio; Campello, A. J.

Estrutura

  • BR RJCOC 01-30-05-25-02
  • Dossiê
  • 1947 - 1948
  • Parte de Presidência

Maria Rosa de Moura; Idelso M. Fontes; Ernani Sampaio

Setor de Multimeios da Fiocruz

  • BR RJCOC 01-30-05-03
  • Série
  • 1949 - 1950
  • Parte de Presidência

Conjunto constituído por plantas referentes aos projetos de arquitetura, estrutura e instalação, produzidas para a construção e/ou reforma/restauração do Setor de Multimeios da Fiocruz.

A edificação foi construída na década de 1950 para abrigar a lavanderia (ou lavandaria) do Hospital Evandro Chagas, parte do Instituto Oswaldo Cruz. Foi conhecida como IOC – Lavanderia.

Arquitetura

  • BR RJCOC 01-30-05-03-01
  • Dossiê
  • 1950
  • Parte de Presidência

Ernani Sampaio; César Gonçalves Filho

Estrutura

  • BR RJCOC 01-30-05-03-02
  • Dossiê
  • 1949 - 1950
  • Parte de Presidência

Hélio M. Fontes; Joaquim Almeida; César Gonçalves Filho

Instalação

  • BR RJCOC 01-30-05-17-03
  • Dossiê
  • 1948 - 1951
  • Parte de Presidência

Sérgio Faria; Ernani Sampaio

Estrutura

  • BR RJCOC 01-30-05-17-02
  • Dossiê
  • 1950 - 1954
  • Parte de Presidência

Ary Filho; César Gonçalves Filho; Ernani Sampaio

Instalação

  • BR RJCOC 01-30-05-12-03
  • Dossiê
  • 1953 - 1955
  • Parte de Presidência

Alberto Ferreira; C. de Miranda; Julião J. Abreu

Arquitetura

  • BR RJCOC 01-30-05-12-01
  • Dossiê
  • 1953 - 1955
  • Parte de Presidência

M. R. Lacerda; Ary C. Neves

Pavilhão Evandro Chagas

Conjunto constituído por plantas referentes aos projetos de instalação, produzidas para a construção e/ou reforma/restauração do Pavilhão Evandro Chagas. A edificação foi projetada entre 1912 e 1918, pelo arquiteto Luiz Moraes Jr. O projeto original previa seis pavilhões, mas apenas um foi construído. Na década de 1950, outro edifício foi projetado por Ramiro Pereira, da Divisão de Obras do Ministério da Saúde, para substituir as instalações originais do antigo hospital, e recebeu o nome de Hospital Evandro Chagas, que permaneceu de 1956 até 1980. Desde 1989, está protegido por lei federal (Iphan) junto aos demais edifícios componentes do Núcleo Arquitetônico Histórico de Manguinhos (NAHM). Outros nomes relacionados ao pavilhão de 1956 são Pavilhão 26. O Hospital Oswaldo Cruz, por sua vez, entre 1959 e 1978, recebeu nome de Pavilhão Gaspar Vianna.

Pavilhão Henrique Aragão

  • BR RJCOC 01-30-05-12
  • Série
  • 1953 - 1957
  • Parte de Presidência

Conjunto constituído por plantas referentes aos projetos de arquitetura, estrutura e instalação, produzidas para a construção e/ou reforma/restauração do Pavilhão Henrique Aragão. A edificação foi projetada em 1955 pelo arquiteto Roberto Nadalutti, da Divisão de Engenharia do Serviço Especial de Saúde Pública, com financiamento do Instituto de Assuntos Interamericanos (IAIA), e inaugurada em 1960.
O projeto original previa dois blocos e sua localização no bairro de Vila Isabel. A transferência para o campus de Manguinhos, articulada pelo então diretor do Instituto Oswaldo Cruz, Francisco da Silva Laranja Filho, não permitiu que se construísse o pavilhão anexo, de apoio ao bloco principal. Tombado pelo Instituto Estadual do Patrimônio Cultural do Estado do Rio de Janeiro (Inepac), faz parte do conjunto modernista do Núcleo Arquitetônico Histórico de Manguinhos (NAHM). É também conhecido como SNFA, Pavilhão da Febre Amarela e Laboratório de Febre Amarela.

Estrutura

  • BR RJCOC 01-30-05-12-02
  • Dossiê
  • 1953 - 1957
  • Parte de Presidência

Julião J. Abreu; Ramiro Ferreira; M. R. Lacerda

Almoxarifado

  • BR RJCOC 01-30-05-42
  • Série
  • 1956 - 1957
  • Parte de Presidência

Conjunto constituído por plantas referentes aos projetos de arquitetura, estrutura e instalação, produzidas para a construção e/ou reforma/restauração do Almoxarifado.
Trata-se do projeto de “Modificação do Refeitório e Cozinha para almoxarifado”, realizado por Josélio Médici, da Divisão de Obras, do Ministério da Saúde, entre setembro e outubro de 1956.

Estrutura

  • BR RJCOC 01-30-05-42-02
  • Dossiê
  • 1956 - 1957
  • Parte de Presidência

Vila Operária do Serviço de Produtos Profiláticos

  • BR RJCOC 01-30-05-04
  • Série
  • 1950 - 1958
  • Parte de Presidência

Conjunto constituído por plantas referentes aos projetos de arquitetura, estrutura e instalação, produzidas para a construção e/ou reforma/restauração da Vila Operária do Serviço de Produtos Profiláticos.
Projeto não realizado. De acordo com as informações no carimbo das plantas, consta: “Projeto para a construção de residências – vila operária do Serviço de Produtos Profiláticos”, de 1958. Serviço de Produtos Profiláticos se refere à antiga denominação do que depois se tornaria a unidade de produção de fármacos Farmanguinhos.

Estrutura

  • BR RJCOC 01-30-05-04-02
  • Dossiê
  • 1958
  • Parte de Presidência

Estrutura

  • BR RJCOC 01-30-05-07-02
  • Dossiê
  • 1950 - 1960
  • Parte de Presidência

Resultados 1 a 30 de 1540