Mostrando 387 resultados

descrição arquivística
Recife (PE)
Visualização de impressão Ver:

12 resultados com objetos digitais Mostrar resultados com objetos digitais

Correspondências convidando para cursos, seminários, centro de estudos, homenagens, conferências e simpósios; acusando o recebimento de periódicos; comunicando posse de diretores; agradecendo apoio técnico e financeiro; encaminhando relatórios de cursos, encontros e seminários; informando programas e temários de cursos e seminários; comunicando reuniões de grupos de trabalho, visitas de professores, pesquisadores e autoridades

Informando sobre bolsas de estudo e financiamento à pesquisa; solicitando pareceres técnicos da ENSP sobre projeto de pesquisa; solicitação da Organização Panamericana de Saúde de informações sobre ENSP, programas de treinamento, avaliação de programa de saneamento, acordo de pesquisa; agradecimentos da Organização Mundial de Saúde pelo envio de documentos e solicitando informações a respeito de projetos sobre Leishmaniose, Doença de chagas, Esquistossomose e Lepra; realização de convênios e implementação de laboratório de produção de vacinas; relatório sobre surto de diarreia infecciosa; ofícios sobre extinção de órgãos e programas de saúde; solicitando orientação no combate a mosquitos, exame em amostra de água.

Alunos da Faculdade de Medicina do Recife em 1933

Alunos da Faculdade de Medicina do Recife em enfermaria do Hospital Pedro II, em Recife, na época chefiada por João Marques, professor do curso. Celso Arcoverde de Freitas cursava na ocasião o quinto ano de medicina.
Na primeira fila: professor Arnaldo Marques (Clínica Médica); professor João Amorim (Clínica Médica); professor Ernesto Silva (Bioquímica); e o Dr. Barros Correia.
Na última fila da direita para a esquerda: Celso Arcoverde de Freitas; João (?); Clóvis Harchman; e Fernando Livramento, alunos do curso.
Em anexo há uma cópia xerox de fotografia dos formandos de 1934, dentre eles, Celso Arcoverde de Freitas.

Solicitação de colaboração, matrícula de oficial; encaminhamento de material para o trabalho com adolescente; seminário; convites, informativo ANPED - Agendando a 17ª Reunião Anual; regulamento do fórum técnico de produtos de origem animal; inspeção e qualidade, propostas em relação ao desenvolvimento de pesquisas conjuntas, desenvolvimento de pesquisas pelo Núcleo de Estudos e Pesquisas em Recursos Humanos do DAPS

Projeto de pesquisa sobre a situação dos médicos no Brasil; encaminhamento de Moção aprovada; folder de Simpósio Ibero-Americano de Terminologia, Encontro Nacional Função Pública, Estado e Sociedade; documento síntese, informes de reuniões; concursos; pedidos de substituição de documento de convênio entre a Fiocruz ed a UERJ; 2° termo aditivo ao convênio de cooperação científica que entre se celebram a Fiocruz e a UERJ; reclamação em relação ao CNPQ, publicação no Diário Oficial à respeito da mudança de nome pelo Hospital Dr. Philippe Pinel para Instituto Philippe Pinel; apoio à qualificação de docentes em Epidemiologia; texto abordando a questão da saúde e violência, folder sobre o 1° Seminário Estadual de Controle de Zoonoses de Minas Gerais; plano de trabalho sobre a relação saúde e qualidade ambiental; uma abordagem territorializada para a Região Metropolitana do Rio de Janeiro; solicitação de divulgação; solicitação de análise ambiental; plano de trabalho da Rede Nacional de Documentação e Informação em administração Pública.

Cartas

Ana Joaquina de São José Werneck; Manuel Bernardo de Almeida Ramos; António Dias de Azevedo

Cartas

Ageu Magalhães Filho

Sumário
Fita 1 - Lado A
A trajetória profissional de Aggeu Magalhães (pai); o trabalho científico do pai nos EUA; referência a Agamenon Magalhães; a criação do Serviço de Verificação de Óbitos (SVO); o descobrimento da esquistossomose em Pernambuco e a gastroenterite infantil no SVO; a produção de estatística anual de causa mortis; a Fiocruz e o financiamento de projetos ligados à esquistossomose; a Fundação Rockefeller e a relação com o SVO; a articulação para a criação do centro de helmintoses de Pernambuco; o falecimento do pai; as instalações do Instituto Aggeu Magalhães (IAM).

Fita 1 - Lado B
O seu trabalho na anatomia patológica do IAM; a gestão de Durval Lucena; os avanços na pesquisa da esquistossomose nos EUA; a bolsa de estudos; o retorno da pós-graduação para o Departamento de Anatomia Patológica; a relação do IAM com a Divisão de Organização Sanitária (DOS); o Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães (CPqAM) após 1964; o convênio entre a Fundação Kellogg e a UFPE; a criação do Núcleo de Imunopatologia na UFPE; a possibilidade de fechamento do CPqAM; o contato com Keizo Asami; sua gestão no CPqAM; o convênio com a FINEP para a produção de antígenos; transferência de Célio e Alzira para Recife; as conquistas científicas no campo da peste e no estudo de bactérias; o projeto com o Japão.

Fita 2 - Lado A
O Acordo UFPE/Fiocruz para a construção do novo prédio do CPqAM; a movimentação política para a aprovação do acordo; a construção do Laboratório de Imunopatologia Keizo Asami (LIKA); a ligação da UFPE com a Fiocruz; o convênio com o Japão; o financiamento da OMS para a construção do LIKA e do CPqAM; o CPqAM e o trabalho sobre filariose; a participação de dr. Frederico; a reforma na estação de campo de São Lourenço da Mata; EXU e a ligação com o Ministério da Saúde; a articulação política para montar uma escola de saúde pública em Pernambuco; o Núcleo de Estudos em Saúde Coletiva (NESC); a filariose e a esquistossomose.

Fita 2 - Lado B
Celeuma médica: aspectos ineficientes do tratamento com antimônio; a tecnologia avançada do LIKA; o novo tratamento para a esquistossomose; as dificuldades do LIKA; o apoio do Japan International Cooperation Agency (JICA); o Instituto de Antibióticos; a sua saída da direção do CPqAM; a atuação política de Aggeu Magalhães (pai); as perseguições políticas aos familiares de Agamenon Magalhães; a formação humanística de Aloísio Magalhães.

Fita 3 - Lado A
Lembranças da infância; a adolescência: as professoras e a convocação para as forças armadas; a vida na época da universidade; a clínica médica e o início da profissão; a faculdade e o trabalho de pesquisa.

Fita 3 - Lado B
Impressões sobre literatura e ciência; opiniões sobre política e educação; o curso de medicina; hospitais ligados ao estado de Pernambuco e à Santa Casa da Misericórdia; Aloísio Magalhães.

Fita 4 - Lado A
Aloísio Magalhães e o tombamento de Manguinhos (Fiocruz/RJ); a cadeira de anatomia patológica da UFPE e o Hospital Pedro lI; a boemia no bairro do Recife; a mulher americana; comentários sobre a energia e o mundo; Agamenon Magalhães, Aggeu (pai) e a influência na sua vida; a violência política dos anos 1930.

Fita 4 - Lado B
A política de Agamenon no estado: impostos, mocambos e o governo federal; o trabalho na Universidade da Paraíba; descreve o início da sua carreira como médico no Instituto Oswaldo Cruz; a criação da Faculdade de Ciências Médicas de Pernambuco e o Hospital do Sancho.

Publicações

  • BR RJCOC CE-VP-RF-01
  • Dossiê
  • 04/03/1967 - 10/11/1980
  • Parte de Celso Arcoverde

"Traços biográficos do desembargador José Manoel de Freitas"; "Associação de combate ao câncer em Goiás"; "Pertinência do ensino social da igreja hoje".

Portarias

  • BR RJCOC CE-FC-ST-01
  • Dossiê
  • 04/11/1940 - 29/11/1974
  • Parte de Celso Arcoverde

Pesquisador do Instituto Oswaldo Cruz

Esta série traz imagens fotográficas que registram algumas atividades exercidas por Felipe Nery enquanto pesquisador do IOC, incluindo a sua posse como diretor do Instituto.

Cartões

  • BR RJCOC PC-VP-RF-01
  • Dossiê
  • 04/11/1901 - 12/1981
  • Parte de Paulo Carneiro

Nilo Chaves Brito Basto

Listas de alunos, cartas, discursos, conferências, comunicações em eventos, estudos de casos, currículos, artigos, diretrizes, provas tipográficas, ensaios, referente ao VIII Congresso da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical e XI Reunião Anual da Associação Brasileira de Escolas Médicas.

Cadernos de Disciplinas

  • BR RJCOC RS-01-01
  • Dossiê
  • 30/05/1935-02/12/1942
  • Parte de Rostan Soares

Cadernos do titular referentes às disciplinas de parasitologia, patologia geral, farmacologia, histologia, química fisiológica, dermatologia e terapêutica do Curso de Ciências Médicas, iniciado na Faculdade de Medicina em Pernambuco e concluído na Faculdade Fluminense de Medicina, em Niterói, e do Curso de Malária do Departamento Nacional de Saúde Pública.

Cartas

  • BR RJCOC SZ-DP-IC-01
  • Dossiê
  • 11/11/1959 - 15/11/1996
  • Parte de Szachna Cynamon

Resultados 1 a 30 de 387