Visualização de impressão Fechar

Mostrando 6 resultados

descrição arquivística
Oswaldo Cruz Santos (SP)
Visualização de impressão Ver:

Correspondência trocada entre o titular e médicos paulistas a respeito do surto de peste bubônica de Santos

  • BR RJCOC OC-COR-CI-04
  • Dossiê
  • 20/10/1899-12/06/1900
  • Parte de Oswaldo Cruz

Contendo relatos minuciosos e mapas estatísticos sobre a epidemia, além dos entendimentos entre o titular e Victor Godinho, médico da Santa Casa de Misericórdia de Santos, a respeito da publicação do relatório sobre a doença. Duas cartas enviadas por Nuno de Andrade revelando os primeiros entendimentos entre o ministro da Justiça e Negócios Interiores, J.J. Seabra e o barão de Pedro Affonso para a construção de um instituto soroterápico, do qual o titular seria o diretor técnico após o fim dos trabalhos em Santos. Entre os demais missivistas destacam-se os médicos Eduardo Lopes, Jayme Silvado e Olympio de Niemeyer.

Correspondência Científica

  • BR RJCOC OC-COR-CI
  • Subsérie
  • 1891 - 1916
  • Parte de Oswaldo Cruz

Está subdividida em 17 dossiês por missivistas. Correspondência trocada com Vital Brazil, onde descreve o início dos trabalhos em Manguinhos, as pesquisas sobre novos métodos de fabricação de soros, além do vasto conjunto epistolar trocado com Henrique da Rocha Lima, onde o titular vai noticiando as pesquisas realizadas em Manguinhos ao mesmo tempo em que estabelece as bases do intercâmbio entre esta instituição e as principais agências de pesquisa biomédica da Alemanha.

Relatório acerca da Molestia Reinante em Santos

  • BR RJCOC OC-PI-TP-75
  • Dossiê
  • 13/11/1899
  • Parte de Oswaldo Cruz

Manuscritos do relatório enviado por Oswaldo Cruz ao ministro da Justiça e Negócios Interiores, J. J. Seabra, enquanto encarregado pelo governo federal da verificação, do ponto de vista bacteriológico, da natureza da moléstia epidêmica reinante na cidade de Santos. Oswaldo Cruz detalha todo o trabalho por ele empreendido desde sua chegada àquela cidade, das observações clínicas e pesquisas bacteriológicas até a observação do paciente Joaquim Castorino de Guimarães Pires (12 anos de idade), apresentado pelo próprio Oswaldo Cruz como a "pedra angular" dos estudos por ele empreendidos, os quais o levaram ao diagnóstico de ser a peste bubônica a moléstia que grassava na cidade. O documento traz, em anexo, desenhos de culturas, observações dos animais de experiências e observações clínicas.

Peste de Santos (Diário de Laboratório)

  • BR RJCOC OC-PI-TP-66
  • Dossiê
  • 10/1899
  • Parte de Oswaldo Cruz

O diário apresenta os dias de chegada e de partida de Oswaldo Cruz a Santos; programa de experimentação a ser seguido; descrição de sua experimentação; observação do caso que serviu de base aos estudos bacteriológicos; lista dos doentes tratados por ele, entre os quais encontrava-se Vital Brazil, e a descrição de um caso terminado pela morte.

Observação n. 1; Hospital de Isolamento

  • BR RJCOC OC-PI-TP-60
  • Dossiê
  • 29/10/1899
  • Parte de Oswaldo Cruz

Fichas de observação termométrica e de observação de pulso do Hospital de Isolamento de São Paulo, preenchidas por Oswaldo Cruz, referentes ao paciente Joaquim Castorino Guimarães Pires, da enfermaria Silva Pinto, leito n.1, que esteve em soroterapia vindo a falecer dia 29. Tal caso serviu de base para os estudos bacteriológicos acerca da peste bubônica.