Constança Felícia de Paoli de Carvalho Britto

Área de identificação

Tipo de entidade

Pessoa

Forma autorizada do nome

Constança Felícia de Paoli de Carvalho Britto

Forma(s) paralela(s) de nome

  • Constança Britto

Formas normalizadas do nome de acordo com outras regras

Outra(s) forma(s) do nome

identificadores para entidades coletivas

Área de descrição

Datas de existência

1960-

História

Nasceu em 10 de abril de 1960, no Rio de Janeiro. Realizou seus primeiros estudos nos colégios Gink e Andrews. Em 1982, formou-se pela Faculdade de Biologia da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Em 1980, iniciou estágio remunerado, na UFRJ, trabalhando em Biologia Celular. Estagiou também no laboratório de genética dessa universidade e nos laboratórios de parasitologia e imunologia do Hospital Pedro Ernesto. Em novembro de 1982, ingressou na Fundação Oswaldo Cruz (FIOCRUZ) como bolsista do Conselho Nacional de Pesquisas (CNPq), trabalhando no Departamento de Bioquímica e Biologia Molecular junto à equipe do pesquisador Carlos Morel. Em 1984, ingressou no curso de mestrado em genética do Instituto de Biologia da UFRJ, defendendo tese em 1987 sobre clonagem e sequenciamento de DNA do Trypanosoma cruzi. Em 1995, defendeu sua tese de doutorado no mesmo instituto e, em 1996, realizou o pós-doutorado no Laboratório de Parasitologia da Faculdade de Medicina da Universidade de Montpellier I, na França. Durante a sua especialização, prestou colaboração ao grupo do Dr. Michel Tibayrenc, no Centro de Pesquisas ORSTOM em Montpellier, realizando estudo sobre a aplicação do PCR na identificação de cepas de Trypanosoma cruzi, em infecções mistas experimentais estabelecidas em camundongos e triatomíneos (Triatoma infestans). Em 1997, foi aprovada em concurso público como pesquisadora adjunta do Laboratório de Biologia Molecular e Doenças Endêmicas do Departamento de Bioquímica e Biologia Molecular do Instituto Oswaldo Cruz. Membro da Sociedade Brasileira de Genética e da Sociedade Brasileira de Protozoologia, desenvolve o projeto “Infecção Chagásica Crônica: Abordagens Moleculares na Avaliação do Controle de Cura”. Atualmente, é chefe do Laboratório de Biologia Molecular e Doenças Endêmicas, do IOC.

Locais

Status legal

Funções, ocupações e atividades

Mandatos/Fontes de autoridade

Estruturas internas/genealogia

Contexto geral

Área de relacionamento

Área de controle da descrição

Identificador do registro de autoridade

Identificador da instituição

Regras ou convenções utilizadas

ISAAR(CPF): norma internacional de registro de autoridade arquivística para entidades coletivas, pessoas e famílias.

Status da descrição

nível de detalhamento

Datas das descrições (criação, revisão e remoção)

Idioma(s)

Escrita(s)

Fontes utilizadas na descrição

Notas de manutenção