Antônio Ademar Barahuma Bezerra

Área de identificação

tipo de entidade

Pessoa

Forma autorizada do nome

Antônio Ademar Barahuma Bezerra

Forma(s) paralela(s) de nome

Formas normalizadas do nome de acordo com outras regras

Outra(s) forma(s) de nome

  • Antonio Ademar Bezerra

identificadores para entidades coletivas

área de descrição

Datas de existência

1936-2004

Histórico

Nasceu em 12 de junho de 1936, em Vila Portoval (AC), e descende de família numerosa – eram 13 irmãos. Desde pequeno gostou muito de jogar futebol, e por causa de sua maneira de jogar bola ganhou o apelido ‘Dr. Coragem’. Aos 15 anos saiu de Vila Portoval com a família e foi para a região de Cruzeiro do Sul, também no Acre. Nessa localidade completou o ensino fundamental e trabalhou como carpinteiro e garçom. Em 1958 foi convidado pelo médico do Serviço de Dermatologia, dr. Abel Pinheiro Maciel Filho, para atuar na Secretaria do Dispensário de Lepra de Cruzeiro do Sul. Após dois anos de atuação no órgão, foi efetivado como funcionário municipal. Em 1962, enquadrou-se como funcionário federal, de acordo com a Legislação vigente naquele momento. Em 1972, trabalhou como tesoureiro no Hospital Geral de Cruzeiro do Sul. No mesmo ano foi convidado para retornar ao Serviço de Dermatologia, desta vez na função de paramédico. Dessa maneira, com os doutores Hélio Nunes e Francisco de Pádua, o dr. Coragem percorreu toda a região do Acre e do Amazonas procurando novos casos de hanseníase e levantando os já existentes. Além disso, treinou vários profissionais da área de hanseníase. Aposentou-se oficialmente em 1996, mas continuou atendendo os pacientes de hanseníase da Região Amazônica até falecer em 3 de novembro de 2004.

Locais

Estado Legal

Funções, ocupações e atividades

Mandatos/Fontes de autoridade

Estruturas internas/genealogia

Contexto geral

Área de relacionamento

Área de ponto de acesso

Ponto de acesso - assunto

Ponto de acesso - local

Ocupações

Área de controle da descrição

Identificador de autoridade arquivística de documentos

Identificador da instituição

Regras ou convenções utilizadas

ISAAR(CPF): norma internacional de registro de autoridade arquivística para entidades coletivas, pessoas e famílias.

Status da descrição

nível de detalhamento

Datas das descrições (criação, revisão e remoção)

Idioma(s)

Escrita(s)

Fontes utilizadas na descrição

Notas de manutenção