Fundo LE - Anthony Leeds

Área de identificação

Código de referência

BR RJCOC LE

Título

Anthony Leeds

Data(s)

  • 1886-1989 (Produção)

nível de descrição

Fundo

Dimensão e suporte

Documentos textuais: 6,3 m
Documentos iconográficos: 793 itens (792 fotografias e 1 cartaz)
Documentos cartográficos: 30 itens (28 plantas e 2 mapas)

Área de contextualização

Nome do produtor

(1925-1989)

Biografia

Nasceu em 26 de janeiro de 1925, em Nova York, filho de Arthur Leeds e Polly Leeds. Em 1942 formou-se no ensino médio na Waden School. No ano de 1948 casou-se com a artista e professora Jo Alice Lowrey. Sua formação acadêmica em antropologia foi realizada na Universidade de Columbia, onde se graduou (1949) e obteve o título de doutor (1957), defendendo a tese "Economic cycles in Brazil: the persistence of a total-cultural pattern: cacao and other cases". Entre 1951 e 1952 veio pela primeira vez ao Brasil para realizar o trabalho de campo sobre a zona do cacau na Bahia, destinado à elaboração de sua tese. De 1956 a 1959 lecionou na Universidade de Hofstra, em Nova York, onde ministrou a disciplina Introdução às Ciências Sociais. Em 1958 fez um estudo etnográfico sobre os índios yaruro da região de Los Llanos, Venezuela. Em 1959 ingressou no City College, em Nova Iorque, onde permaneceu até 1961. A partir desse ano até 1963 exerceu a chefia do Programa de Desenvolvimento Urbano da União Pan-Americana, atual Organização dos Estados Americanos. Durante a década de 1960 iniciou suas pesquisas sobre favelas de São Paulo e do Rio de Janeiro, onde residiu nas localidades do Tuiuti e Jacarezinho. As pesquisas em favelas cariocas tornaram-se seu campo privilegiado de estudos sobre a pobreza urbana na América Latina, e foram divididas sob os seguintes aspectos: os contextos urbanos nas sociedades complexas, a ecologia cultural, que compreende estudos sobre tecnologia e agricultura, filosofia e história das ciências sociais. Nesta mesma década, organizou um seminário de pesquisa em que reuniu participantes do Peace Corps e jovens sociólogos, antropólogos e arquitetos brasileiros que começavam a se especializar nos estudos urbanos. No ano de 1967 casou-se com a cientista política Elizabeth Rachel Leeds, pesquisadora do Peace Corps. De 1963 a 1972 ministrou na Universidade do Texas a disciplina Princípios de Análise Urbana, que serviu de base para que coordenasse, em 1969, no Museu Nacional da Universidade Federal do Rio de Janeiro, o mestrado em antropologia, a convite do antropólogo Roberto Cardoso de Oliveira. Entre 1966 e 1967 estudou as relações entre brancos, méxico-americanos e afro-americanos em Austin, Texas. De 1969 a 1970 pesquisou as barriadas em Lima, Peru. Antes de vincular-se à Universidade de Boston, onde lecionou de 1973 até o final de sua vida, foi professor visitante nas universidades de Oxford e Londres. Neste período, filiou-se à UFRJ, ao Centro de Pesquisas Habitacionais do Rio de Janeiro e a outros institutos brasileiros. Também fundou a Sociedade de Antropologia Urbana, que presidiu de 1982 a 1983. Dedicou-se aos mais variados objetos de estudo, como habitação, história e economia política, movimentos populares e comunitários. Em parceria com Elizabeth Leeds publicou o livro "A sociologia do Brasil urbano". Entre 1987 e 1988 retornou ao Rio de Janeiro para completar seus estudos sobre profissões brasileiras e políticas nas favelas. Morreu em 20 de fevereiro de 1989, em Tunbridge, Vermont.

História arquivística

Elizabeth Rachel Leeds doou ao Departamento de Arquivo e Documentação da Casa de Oswaldo Cruz/Fiocruz documentos do marido e dela própria sobre a trajetória das pesquisas antropológicas empreendidas por ambos no Brasil e na América Latina, que foram denominados inicialmente como fundo Anthony Leeds, em virtude dos registros que interligavam suas práticas científicas. Após a realização do processo de identificação preliminar do fundo, foi possível detectar que suas datas-limite se estendiam ao período posterior à morte do antropólogo, fato que indicou a inserção, ao conjunto inicial, de documentos produzidos e acumulados por parte da doadora a partir do desenvolvimento de suas pesquisas. Diante disso, optou-se pela separação desses documentos, visto que integravam conjuntos distintos, que necessitavam de organização própria, não mais como um único fundo pessoal, mais sim como fundos Anthony Leeds e Elizabeth Leeds.

Procedência

Doação de Elizabeth Rachel Leeds em 2007.

Área de conteúdo e estrutura

Âmbito e conteúdo

Reúne cartas, telegramas, memorandos, convites, artigos científicos, discursos, apontamentos, teses, dissertações, projetos, fotografias, mapas, plantas, relatórios de atividades, informativos, entrevistas, programas de eventos, atas de reunião, recortes de jornais e revistas, entre outros documentos referentes à trajetória das pesquisas desenvolvidas pelo titular e sua mulher, no Brasil e na América Latina, cujas temáticas abrangeram as ocupações urbanas desordenadas e marginalizadas – favelas, vilas, tugúrios e barriadas –, as políticas habitacionais da região nas décadas de 1960 a 1980, e a atuação dos movimentos sociais e dos órgãos governamentais e não governamentais em favelas e outras formas de habitação popular no Brasil.

Avaliação, selecção e eliminação

Ingressos adicionais

Sistema de arranjo

Grupo Vida Pessoal
Grupo Docência e Pesquisa
Grupo Relações Interinstitucionais e Intergrupos

Área de condições de acesso e uso

Condições de acesso

Sem restrição.

Condiçoes de reprodução

Sem restrição.

Idioma do material

  • alemão
  • espanhol
  • francês
  • inglês
  • português

Forma de escrita do material

Notas ao idioma e script

Características físicas e requisitos técnicos

Instrumentos de pesquisa

FUNDAÇÃO OSWALDO CRUZ. Casa de Oswaldo Cruz. Departamento de Arquivo e Documentação. Fundo Anthony Leeds: inventário. Rio de Janeiro: Fiocruz, 2012.

Área de fontes relacionadas

Existência e localização de originais

Arquivo Anthony Leeds – National Anthropological Archives, Smithsonian Institution

Existência e localização de cópias

Unidades de descrição relacionadas

Fundo Elizabeth Leeds
Fundo Victor Tavares de Moura

Descrições relacionadas

Nota de publicação

VIANA, Rachel de Almeida. Antropologia, desenvolvimento e favelas: a atuação de Anthony Leeds na década de 1960. 2014. Dissertação (Mestrado em História das Ciências e da Saúde) – Casa de Oswaldo Cruz, Fundação Oswaldo Cruz, Rio de Janeiro, 2014.

Área de notas

Nota

A organização do fundo Anthony Leeds contou com o apoio da Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro (Faperj) através do auxílio concedido ao projeto de pesquisa "História das favelas e da sociologia no Brasil urbano: contribuições ao seu estudo a partir da trajetória de Anthony Leeds", coordenado por Nísia Trindade Lima.

Notação anterior

Pontos de acesso

Ponto de acesso - assunto

Ponto de acesso - local

Ponto de acesso - nome

Pontos de acesso de género

Área de controle da descrição

Identificador da instituição

Regras ou convenções utilizadas

CONSELHO NACIONAL DE ARQUIVOS. NOBRADE: norma brasileira de descrição arquivística. Rio de Janeiro: Arquivo Nacional, 2006.

Status da descrição

Final

Nível de detalhamento

Integral

Datas de criação, revisão, eliminação

2011-2012

Idioma(s)

Fontes utilizadas na descrição

LEEDS, Anthony; LEEDS, Elizabeth. A sociologia do Brasil urbano. Rio de Janeiro: Zahar Editores, 1978.
LIMA, Nísia Trindade. O movimento de favelados do Rio de Janeiro: políticas do estado e lutas sociais (1954-1973). Dissertação (Mestrado em Ciência Política) – Iuperj, Rio de Janeiro, 1989.
MAIO, Marcos Chor. O Projeto UNESCO e a agenda das ciências sociais no Brasil dos anos 40 e 50. Revista Brasileira de Ciências Sociais, São Paulo, v. 14, n. 41, p. 141-158, out. 1999.
Register of the Records of the Institute of Social Anthropology, Smithsonian Institution, 1942-1952, National Anthropological Archives, Smithsonian Institution. Disponível em: <http://www.nmnh.si.edu/naa/fa/isa.pdf>. Acesso em: abr. 2011.
SANJEK, Roger. The holistic antrthropology of Anthony Leeds. In: LEEDS, Anthony. Cities, classes, and the social order. Edited by Roger Sanjek. New York: Cornell University Press, 1994. p. 27-46.
SIEBER, R. Thimothy. The life of Anthony Leeds: unity in diversity. In: LEEDS, Anthony. Cities, classes, and the social order. Edited by Roger Sanjek. New York: Cornell University Press, 1994. p. 3-26.
SILVA, Luiz Antonio Machado da. A política na favela. Cadernos Brasileiros, Rio de Janeiro, v. 9, n. 3, p. 35-47, maio/jun. 1967.
______. Violência urbana, sociabilidade violenta e agenda pública. In: ______. Vida sob cerco: violência e rotina nas favelas do Rio de Janeiro. Rio de Janeiro: Nova Fronteira/Faperj, 2008. p. 35-46.
VALLADARES, Licia do Prado. La langage de la coopération internationale. Peace Corps e ONGs dans les favelas à Rio de Janeiro. In: CEPAI, Daniel; JOSEPH, Isaac (Dir.). L´heritage du pragmatisme. Conflits dúrbanité et épreuves de civisme. Paris: L´Aube, 2002. p. 175-191.
______. Memória da favela carioca: médicos, pobreza e reforma social. Projeto apresentado à Faperj, 2003.
VALLADARES, Licia do Prado. A invenção da favela: do mito de origem a favela.com. Rio de Janeiro: Ed. FGV, 2005.
ZALUAR, Alba. A máquina e a revolta. As organizações populares e o significado da pobreza. São Paulo: Brasiliense, 1985.
______; ALVITO, Marcos. Um século de favelas. Rio de Janeiro: Ed. FGV, 1998.

Nota do arquivista

Equipe: Ana Luce Girão Soares de Lima, Rachel de Almeida Viana, Francisco dos Santos Lourenço, Daniel Guimarães Elian dos Santos, Vanêssa Alves Pinheiro, Maria Carolina Clares Araújo, Fernanda do Nascimento Martins e Fernanda Souza da Silva.

Zona da incorporação

Assuntos relacionados

Entidades coletivas, pessoas ou famílias relacionadas

Géneros relacionados

Lugares relacionados