John Adrian Cowell

Área de identificação

tipo de entidade

Pessoa

Forma autorizada do nome

John Adrian Cowell

Forma(s) paralela(s) de nome

  • Adrian Cowell

Formas normalizadas do nome de acordo com outras regras

  • Cowell, Adrian

Outra(s) forma(s) do nome

identificadores para entidades coletivas

área de descrição

datas de existência

1934-2011

história

Nasceu em 2 de fevereiro de 1934, em Tongshan, China. Estudou na Austrália e na Inglaterra, e graduou-se em história pela Universidade de Cambridge, em 1955. Entre 1955 e 1956 foi com a Oxford & Cambridge Far Eastern Expedition de Londres até Singapura, e realizou uma série de três programas para a British Broadcasting Corporation (BBC), intitulada "Travellers tales". Entre 1957 e 1958 esteve pela primeira vez no Brasil, quando a Oxford & Cambridge Expedition veio à América do Sul para a produção de quatro programas para a série "Adventure" da BBC. De 1959 a 1961 trabalhou para a Independent Television News como editor-chefe da série semanal "Roving report". Entre os programas dirigidos estão: "Mother of most noble rivers", "Back of beyond", "Portrait of Brazil", "Caviar in the Caspian", "Wild goose chase" e "Land beyond the moon". Em 1961, com o cinegrafista Louis Wolfers, esteve durante três meses no Xingu e, outros tantos, entre Mato Grosso, Goiás, Rio de Janeiro e São Paulo. Nesta viagem produziu as séries "The destruction of the indian" e "The fate of colonel Fawcett". Em 1963 percorreu o Nordeste de jipe com o cinegrafista Jesco von Puttkamer. Desta viagem resultou a série "The devil in the backlands". De 1964 a 1965, com o cinegrafista Chris Menges, filmou na Ásia as séries "Rebel", "The light of Asia" e "The opium trail" para a Associated Television (ATV). Convidado pelos irmãos Villas Bôas, filmou, de 1967 a 1969, a expedição para contatar a tribo de índios isolados Panará. Os filmes realizados neste período, "The tribe that hides from man" e "Kingdom in the jungle", foram produzidos para a ATV. Entre 1972 e 1978, ainda pela ATV, realizou os filmes "The opium warlords" e "The masked dance", além da série "Opium". Retornou ao Brasil em 1980 e, numa co-produção da TV Central da Inglaterra com a Universidade Católica de Goiás, filmou sem interrupção até 1990. Os direitos destes filmes no Brasil ficaram com a universidade. Nas versões brasileiras dividiu a direção com Vicente Rios, cinegrafista dos documentários produzidos a partir de então. Desses dez anos de trabalho na Amazônia, resultou a série "The decade of destruction", com versões feitas em 1984 e 1990, e a versão americana produzida pelo WGBH para a rede Public Broadcasting Service. Entre 1992 e 1996 produziu para o Channel 4 da Inglaterra a série "The heroin wars". De 1996 a 1999 produziu também para o Channel 4 a série "The last of the hiding tribes", sobre a evolução da política de primeiro contato com tribos isoladas pelos sertanistas do Serviço de Proteção ao Índio e da Fundação Nacional do Índio. Para essa série, realizaram-se expedições às tribos Panará, Uru Eu Wau Wau e Avá-Canoeiro. A partir do ano 2000, realizou filmes produzidos pela BBC2, TV for the Environment e para a BBC mundial, atualizando as questões e políticas para o desenvolvimento da Amazônia e seu impacto sobre o meio ambiente e os povos da floresta. Morreu em 11 de outubro de 2011, em Londres.

Locais

status legal

funções, ocupações e atividades

Mandatos/Fontes de autoridade

Estruturas internas/genealogia

contexto geral

Área de relacionamento

Área de controle da descrição

Identificador do registro de autoridade

Identificador da instituição

Regras ou convenções utilizadas

Status da descrição

Nível de detalhamento

Datas das descrições (criação, revisão e remoção)

Idioma(s)

Escrita(s)

Fontes utilizadas na descrição

Notas de manutenção