John Adrian Cowell

Área de identificação

Tipo de entidade

Pessoa

Forma autorizada do nome

John Adrian Cowell

Forma(s) paralela(s) de nome

  • Adrian Cowell

Formas normalizadas do nome de acordo com outras regras

  • Cowell, Adrian

Outra(s) forma(s) do nome

identificadores para entidades coletivas

Área de descrição

Datas de existência

1934-2011

História

Nasceu em 2 de fevereiro de 1934, em Tongshan, China. Estudou na Austrália e na Inglaterra, e graduou-se em história pela Universidade de Cambridge, em 1955. Entre 1955 e 1956 foi com a Oxford & Cambridge Far Eastern Expedition de Londres até Singapura, e realizou uma série de três programas para a British Broadcasting Corporation (BBC), intitulada "Travellers tales". Entre 1957 e 1958 esteve pela primeira vez no Brasil, quando a Oxford & Cambridge Expedition veio à América do Sul para a produção de quatro programas para a série "Adventure" da BBC. De 1959 a 1961 trabalhou para a Independent Television News como editor-chefe da série semanal "Roving report". Entre os programas dirigidos estão: "Mother of most noble rivers", "Back of beyond", "Portrait of Brazil", "Caviar in the Caspian", "Wild goose chase" e "Land beyond the moon". Em 1961, com o cinegrafista Louis Wolfers, esteve durante três meses no Xingu e, outros tantos, entre Mato Grosso, Goiás, Rio de Janeiro e São Paulo. Nesta viagem produziu as séries "The destruction of the indian" e "The fate of colonel Fawcett". Em 1963 percorreu o Nordeste de jipe com o cinegrafista Jesco von Puttkamer. Desta viagem resultou a série "The devil in the backlands". De 1964 a 1965, com o cinegrafista Chris Menges, filmou na Ásia as séries "Rebel", "The light of Asia" e "The opium trail" para a Associated Television (ATV). Convidado pelos irmãos Villas Bôas, filmou, de 1967 a 1969, a expedição para contatar a tribo de índios isolados Panará. Os filmes realizados neste período, "The tribe that hides from man" e "Kingdom in the jungle", foram produzidos para a ATV. Entre 1972 e 1978, ainda pela ATV, realizou os filmes "The opium warlords" e "The masked dance", além da série "Opium". Retornou ao Brasil em 1980 e, numa co-produção da TV Central da Inglaterra com a Universidade Católica de Goiás, filmou sem interrupção até 1990. Os direitos destes filmes no Brasil ficaram com a universidade. Nas versões brasileiras dividiu a direção com Vicente Rios, cinegrafista dos documentários produzidos a partir de então. Desses dez anos de trabalho na Amazônia, resultou a série "The decade of destruction", com versões feitas em 1984 e 1990, e a versão americana produzida pelo WGBH para a rede Public Broadcasting Service. Entre 1992 e 1996 produziu para o Channel 4 da Inglaterra a série "The heroin wars". De 1996 a 1999 produziu também para o Channel 4 a série "The last of the hiding tribes", sobre a evolução da política de primeiro contato com tribos isoladas pelos sertanistas do Serviço de Proteção ao Índio e da Fundação Nacional do Índio. Para essa série, realizaram-se expedições às tribos Panará, Uru Eu Wau Wau e Avá-Canoeiro. A partir do ano 2000, realizou filmes produzidos pela BBC2, TV for the Environment e para a BBC mundial, atualizando as questões e políticas para o desenvolvimento da Amazônia e seu impacto sobre o meio ambiente e os povos da floresta. Morreu em 11 de outubro de 2011, em Londres.

Locais

Status legal

Funções, ocupações e atividades

Mandatos/Fontes de autoridade

Estruturas internas/genealogia

Contexto geral

Área de relacionamento

Área de controle da descrição

Identificador do registro de autoridade

Identificador da instituição

Regras ou convenções utilizadas

ISAAR(CPF): norma internacional de registro de autoridade arquivística para entidades coletivas, pessoas e famílias.

Status da descrição

nível de detalhamento

Datas das descrições (criação, revisão e remoção)

Idioma(s)

Escrita(s)

Fontes utilizadas na descrição

Notas de manutenção